Fale Conosco

Definitivamente a SECOM estadual entrou no jogo da sucessão em João Pessoa e mobiliza exército diferenciado para desqualificar a gestão Cartaxo e, notadamente, as recentes boas notícias sobre a aprovação da gestão na faixa dos 70% e o fato de ser o prefeito petista melhor posicionado no Brasil, segundo o Correio Brasiliense.

Sem a segurança de que o PSB terá condições de lançar candidatura própria, o Índio arregimentou mercenários não carimbados para bater no prefeito.

O resguardo se justifica pelo fato de a conjuntura nacional ainda não possibilitar com clareza se RC e Cartaxo devem ou não marchar juntos. Usar a plataforma de comunicação do governo para denegrir Cartaxo seria imprudente. E detectável.

Nas emissoras de rádios novas vozes de ouvintes profissionais estão sendo ouvidas com críticas teleguiadas contra o prefeito; o mesmo nos textos/releases de certos profissionais de comunicação, arregimentados para bater em Cartaxo, sem a contrapartida de defender o governador, que é para não linkar as coisas.