Fale Conosco

Nesse imbróglio dos dados enviados com erro pelo TCE ao TRE vejo os advogados do governador Ricardo Vieira Coutinho aproveitando-se de uma situação de erro humano para fazer um verdadeiro comício dentro da corte eleitoral.

A pergunta deve ser: houve aumento de servidores no período vedado e esse contingente é capaz de interferir no resultado da eleição?

Deixemos que o TRE agora se pronuncie com serenidade e honestidade após análise isenta das informações que cabem ao governo alimentar no Sagres e ao TCE relatá-las com precisão.

Ganhar no grito é querer que uma AIJE morra de véspera feito peru de festa. Descabidas todas as falas até agora.

Aguardemos o TRE levar o caso ao Plenário e decidir com eqüidistância política e sinceridade jurídica, sempre acreditando que uma côrte eleitoral não pode ter dois pesos e duas medidas e o pau que bate em Chico também bate em Francisco.