Fale Conosco

O pessoal do Fisco, aqueles que garantem com sua eficácia excelentes receitas para o governador Ricardo Coutinho administrar, bate panela hoje e cruza os braços para forçar uma audiência com sua excelência.

Dizem que cansaram de esperar reposta através de ofício – ou mensagem no Twitter – e decidiram radicalizar. Vão bater nas portas que encontrarem hoje no Centro Administrativo.

Pena que o resto da categoria de servidores não tenha atitude para voltar a praça pública e cobrar o que sua própria excelência transformou em Lei e agora revogou: a data-base do reajuste dos servidores.

RC diz que não concederá aumento por causa da queda das receitas e o pessoal do Fisco cobra um reajuste que ele prometeu caso aumentassem a arrecadação. Aumentaram, bateram a meta e nada. O homem não tem palavra.

Uma coisa é certa. A crise já é braba e sem o pessoal do Fisco estimulado a evasão de receitas aumentará.

Não custa nada o governador receber o pessoal do Sindifisco. Custará muito caro se não receber.