Notícias

O essencial desta quarta-feira no “Resumo do dia”

1. O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, disse que não vai recuar do Parque Sanhauá. A declaração foi dada após obras do projeto terem sido colocadas em xeque pelo Ministério Público Federal, que ajuizou uma ação civil pública para que a gestão de Cartaxo paralise as obras na área onde está situada a comunidade tradicional ribeirinha Porto do Capim.

2. Por 370 votos a favor, 124 contra e 1 abstenção, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em segundo turno, o texto-base da proposta de emenda à Constituição que reforma da Previdência. Sob aplausos, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), proclamou o resultado durante a madrugada desta quarta-feira.

3. O Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW) confirmou nesta terça-feira (6), o 14° caso de malária, na Paraíba. A vítima é um homem de 58 anos, residente do município do Conde. De acordo com o hospital, o paciente está internado desde o dia 26 de julho e já está recebendo o tratamento adequado e seu quadro é considerado estável.

4. A defesa do ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana fez o mesmo pedido de benefício de soltura concedido ao empresário Roberto Santiago pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O recurso foi interposto 24 de julho, um dia após o pedido de Santiago ser aceito pela Corte de Justiça. A defesa de Leto pede que o benefício também seja concedido para Antônio Bezerra do Vale Filho, Leila Maria Viana do Amaral e Lúcio José do Nascimento Araújo.

5. O porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, informou que a equipe econômica do governo Bolsonaro está preparando uma proposta – integrada com as existentes na Câmara e no Senado – de reforma tributária. De acordo com Rêgo Barros, a reforma tributária, junto com a desburocratização da liberdade econômica, é o “próximo passo da aceleração econômica”, após a aprovação da reforma da Previdência Social.

Da redação

Tags: Tags: