Fale Conosco

Enquanto petistas no Estado da Paraíba seguem com ‘pires na mão’ em busca de recursos para que seus candidatos financiem suas campanhas eleitorais, uma candidata de primeira viagem, pertencente a outro partido, embolsou, sozinha, a bagatela de meio milhão de reais para gastar nestas eleições. A contemplada é Malu Vinagre, que disputa uma vaga à Assembleia Legislativa da Paraíba pelo PROS. A candidata é irmã do deputado federal André Amaral (PROS) e filha de André Amaral, presidente estadual do PROS no Estado. Além do presidente estadual do PT, Jackson Macêdo, quem também se manifestou contrário à doação foi o vereador pessoense e candidato a deputado federal, Marcos Henrique, para ele dinheiro do PT deveria ficar com o PT.

“O dinheiro deveria ser dividido com os candidatos do PT. Doar para outra legenda é atuar contra o partido”, desabafou Marcos Henrique, candidato a deputado federal. O deputado estadual Anísio Maia, que é candidato à reeleição, também condenou a atitude da direção nacional, porque considera que o PROS é um partido de “golpistas”. Ele recebeu valor bem inferior do PT: R$ 44 mil.

O deputado estadual Frei Anastácio e o vereador de João Pessoa, Marcos Henriques, ambos candidatos a deputado federal, também receberam uma quantia menor do que a repassada à Malu Vinagre. Anastácio e Henriques receberam da direção nacional uma doação de R$ 398,5 mil, cada. Com informações do PBAgora.