Fale Conosco

Essa coisa de o ano só começar no Brasil depois do Carnaval não cabe mais numa sociedade competitiva e moderna. 

É ser terceiro-mundista eterno se sustentar nessa tese para adotar providências. Chega de empurrar com a barriga as decisões que deveriam ser postas em prática já no primeiro dia do ano novo. 

Na Europa e EUA o inverno é pesado, a neve atrapalha, mas ninguém para de estudar, trabalhar, legislar ou governar. 

Este ano o Carnaval aconteceu em Março e Janeiro e Fevereiro pareciam intermináveis. Foram 59 dias em ritmo meia boca. Se para o o poder público essa marola é boa, para o comércio é o fim da picada.

Essa pré-disposição para o adiamento das decisões que urgem não faz bem ao Brasil e muito menos a pequenina Paraíba. 

Muitos vão dizer que agora o ano começou e isso já é bom, pois ninguém agüenta mais tanto veraneio, férias e Carnaval. 

Que comece o ano pra valer em todas as esferas!