Fale Conosco

Enquanto a ex-primeira-dama Marisa Letícia estava em coma na UTI do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o neurocirurgião Richam Faissal Ellakkis defendeu a morte da esposa do ex-presidente Lula.

Em um grupo WhatsApp de médicos, Ellakkis escreveu:

“Esses fdp vão embolizar ainda por cima”, escreveu, em referência ao procedimento de provocar o fechamento de um vaso sanguíneo para diminuir o fluxo de sangue em determinado local. “Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela.” O neurocirurgião presta serviços no hospital da Unimed São Roque, no interior de São Paulo, e em outras unidades de saúde da capital paulista.