Fale Conosco

O trabalho escravo é uma chaga social que persiste ainda nos dia de hoje. No mundo inteiro, as notícias de pessoas que são forçadas ao trabalho, inclusive de crianças, estão sempre presentes na mídia.

No Brasil, a construção, a pecuária e a agricultura, são as atividades que mais se utilizam dessa prática deplorável de exploração do ser humano, além da pesca e produção de carvão. Uma situação difícil de qualificar, uma vez que seus algozes encontram-se abaixo da linha mínima do que se pode considerar humano.

Só no primeiro semestre deste ano, foram feitos 421 resgates de trabalhadores, pelos Ministérios Públicos Federal e do Trabalho, nas regiões de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Goiás e Pará. No ano passado, as ações dos ministérios, resgataram mais de 2000 trabalhadores da condição de escravidão.  Desde o início das operações, em 1995, o número de trabalhadores resgatados é impressionante, supera a marca de 45.000. Uma vergonha que precisa ser extirpada da humanidade.

Não podemos nos calar, não podemos aceitar, precisamos boicotar produtos que se utilizam desse tipo de expediente e denunciar qualquer suspeita. Cabe a cada um de nós.