Fale Conosco

Não estou falando de galinha de capoeira e nem das costelinhas de bode, que são pratos típicos do Nordeste brasileiro, os quais o vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia tanto aprecia. Também não estou falando das diárias em hotéis de João Pessoa, em que o gordinho teria pago o suficiente para se hospedar um ano inteiro, quando era deputado federal. Rômulo quer mais Poder, mas a estratégia é que parece ser falha.

Insatisfeito com o espaço que a vice-governadoria dá a quem ocupa a função, o gordinho quer ser prefeito de Campina Grande, mas contradizendo o que bradava quando Cássio foi cassado, não quer ganhar no voto, mas no tapetão.

Rômulo Gouveia fica provocando os juízes e a exemplo do que os “aliados” de Cássio fazem com o TSE, tenta encurralar os juízes na parede. Quem avisa amigo é, isso não vai dar certo!

“O TRE pode atestar sua independência num julgamento como este onde já há uma decisão judicial apontando a gravidade do ilícito cometido pelo então candidato Veneziano nas eleições passadas”, declarou Rômulo a um blogueiro.

Antes de pensar em insinuar relações políticas dos magistrados, o vice-governador deveria pedir para seu chefe, Ricardo Coutinho, investir mais em Campina Grande e parar de perseguir a Rainha da Borborema, assim poderia ter chances de ser eleito (no voto) nas próximas eleições, mas depois de perder duas eleições contra o cabeludo, Rômulo não confia nos próprios eleitores…