Fale Conosco

A coligação ‘A vontade do povo’, encabeçada pelo candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB), ingressou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com mais uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) contra o governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB).

A coligação acusa o socialista de praticar conduta vedada, suposto uso da máquina administrativa e abuso de poder político e pede a inelegibilidade dele e a cassação do registro de candidatura e do diploma, se for reeleito.

O relator do processo, o corregedor eleitoral Tércio Chaves de Moura, notificou o governador e a candidata a vice, Lígia Feliciano, para apresentar defesa no prazo de cinco dias. Os secretários estaduais da Receita e da Juventude Esporte e Lazer  também devem prestar informações no prazo de cinco dias.

Esta é a segunda Aije interposta pela coligação ‘A vontade do povo’ contra o governador.

A primeira acusa o gestor de abuso de poder econômico e conduta vedada por nomear e exonerar servidores em período eleitoral.