Fale Conosco

Por um amigo comum, soube hoje que Nonato Bandeira e Ricardo Coutinho não devem ser convidados para o mesmo chá de panela, sob risco de voar colher de pau pra todo lado e as esposas irem uma no cabelo da outra.

Outro dia disse aqui que Nonato e RC se estranhariam a qualquer momento pelo simples fato de Nonato achar que ser a sombra era pouco e Ricardo ter a convicção que da sombra ele não podia passar.

Lá na frente quando a história julgar e condenar esse transtornado que o povo elegeu governador, estarei com uma tocha na mão acedendo a segunda fogueira para Nonato, pois se depender de mim não haverá manobra capaz de lhe livrar a cara do mal que o grupo que ele ajudou ascender ao poder está fazendo a Paraíba.

Perante a espada afiada da lei ele poderá requerer delação premiada e contar o que sabe sobre os desvios de conduta, mas seu gesto não será suficiente para tirar-lhe das mãos a culpa compartilhada.

Vejo a necessidade urgente de uma devassa nas contas da SECOM e nas relações perigosas que Nonato manteve com a marginália da comunicação e dentre os quais a turma do “último tango em Buenos Aires”, de altíssima periculosidade e fome insaciável.

RC é o capo, mas foi Nonato quem lhe induziu a s perseguições contra os jornalistas e a liberdade de imprensa.

Foi Nonato quem estimulou o jurídico a impetrar centenas de processos e cutucar a Globo com vara curta quando mandou aquele carro de som que presta serviço a Prefeitura de João Pessoa atacar a honra do empresário Eduardo Carlos e intimidar o Sistema Paraíba de Comunicação.

Foi Nonato quem, para agradar a primeira dama, perseguiu a jornalista Sandra Magali, como também foi Nonato quem determinou a transferência de Paulo, Dagoberto e Juarez Amaral para a Casa Civil em João Pessoa.

Foi Nonato quem pediu a cabeça de Gutemberg, Nilvan, Marcelo José, Lenilson, Verônica e Helder Moura ao Sistema Correio.

Diante do exposto não pode agora Nonato vir com carinha de besta dizer que brigou com RC e se egenerou na base do lavou tá novo.

Nada disso! Nonato Bandeira vai a julgamento nas urnas, será humilhado e depois sem mandato será julgado pelo que fez e ajudou a fazer de errado em um governo que desmorona.

O barco socialista afunda e os sabidos nadam a braçadas pra longe, mas não devemos ter clemência nem complacência. Ao paredão quem sujou as mãos!