Fale Conosco

Discípulo fervoroso de Goebells, cujo folheio diário tem lhe feito concluir que muitas mentiras repetidas a exaustão podem salvar a imagem de um governo odiado por quase 70% dos paraibanos, o secretário de Comunicação Nonato Bandeira conseguiu que o instituto Consult diminuísse artificialmente a rejeição do seu chefe.

Aliás, só lhe restou esse caminho e nesse aspecto ele se inspirou em Zé Maranhão, que foi cliente da Consult e acreditou que a eleição estivesse ganha e deu no que deu.

Espero que Nonato mantenha por perto o pessoal do Opinião, esses sim realistas e que não aceitam nem conversar sobre o que não procede.

Não quero com isso dizer que o Consult forjou números favoráveis ao governador, pois em pesquisa há lacunas de manipulação ou direcionamento, apenas ponderar que esse pessoal conhece melhor o Rio Grande do Norte do que a Paraíba.

Mesmo assim, 51% é uma péssima avaliação e traz o governador a patamares da eleição no primeiro turno. E, convenhamos, seria normal no primeiro ano de gestão Ricardo ter a seu favor a paciência dos paraibanos e ostentar aí algo em torno de 65%, mas não há trégua, sua gestão é belicosa e desastrosa, e ele amarga uma rejeição de 49%, segundo o suspeitíssimo e sem acertos recentes instituto Consult.

Como não podia maquiar muito, pois seria hilário, Nonato Bandeira achou melhor se agarrar a esses magros 51%, uma avaliação ruim para um governo péssimo.

Cuidado para não acreditar no faz de conta…

Alguma perguntas ténicas e básicas para qualquer pesquisa séria:

1. Qual a amostra?

2. Porque não publicaram as tabelas? 

3. Quais foram as outras perguntas da pesquisa?

4. Vocês não acham estranho um jornal pagar uma pesquisa só para avaliar o governo?

Em tempo: tenho informações de que o dono da Consuilt é um profissional sério e talvez não esteja sabendo que somaram a avaliação de quem respondeu “bom” e ótimo” o percentual de quem respondeu “regular”.