Fale Conosco

 

Padre Júlio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua, acusou guardas-civis metropolitanos (GCMs) de tentarem impedir a distribuição de sopa quente para moradores de rua e dependentes químicos na região da Cracolândia, no centro de São Paulo; a denúncia foi feita ao secretário de Segurança Urbana, coronel José Roberto Rodrigues, que falou com o inspetor responsável na região e este liberou a entrega; “Existe decreto de que o alimento manipulado não poderia ser (entregue)”, chegou a justificar o secretário.

 

Fonte: ClickPolítica