Fale Conosco

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) comparou a investigação da Polícia Federal no caso que envolve Sergio Moro ao inquérito sobre o atentado sofrido por seu pai-presidente na campanha de 2018. Descrente do faro da Polícia Federal, o vereador questionou o andamento do caso de esfaqueamento do seu pai.

No caso da facada desferida contra Jair Bolsonaro, o Zero Dois não se conforma com a conclusão de que o agressor Adélio Bispo agiu por conta própria. Torce o nariz para os laudos que atestaram que o agressor sofre de ‘Transtorno Delirante Persistente’. Algo que o torna inimputável.

Da redação