Fale Conosco

A vontade do rei será realizada. Após levar rasteira do PSDB, o governador Ricardo Coutinho (PSB) mexeu os pauzinhos e vai enfim conseguir infiltrar o aliado histórico, Edvaldo Rosas, também do PSB, na titularidade da Câmara Federal. Isso só será possível graças a um acordo do ‘mago’ com o deputado federal Damião Feliciano (PDT), que baixou a cabeça e como lagartixa aceitou atender o pedido do rei.

A posse do socialista na Câmara dos Deputados deve ocorrer apenas após a ascensão do democratas major Fábio, que é primeiro suplente da coligação DEM/PSDB/PSB/PDT e deverá ser beneficiado com a licença do deputado Romero Rodrigues (PSDB). O tucano se ausenta no próximo mês para se dedicar à campanha eleitoral em Campina Grande.

Com a articulação fechada, será a vez de Feliciano fazer o sacrifício, O parlamentar se ausentará dos trabalhos legislativos por três meses sob a justificativa de que irá trabalhar na campanha eleitoral do PDT em todo o Estado, sob a alegação de que irá tentar fortalecer o partido.

Caso ‘ a dança das cadeiras’ se concretize, Ricardo Coutinho irá realizar um sonho – que é ver o PSB pela primeira vez nessa legislatura com um mandato na Câmara Federal.

Logo quando tomou posse no Governo do Estado, Ricardo Coutinho articulava a ascensão de Rosas, ventilando inclusive a possibilidade de aproveitar o Major Fábio (DEM) e o deputado federal Romero Rodrigues (PSDB) no primeiro escalão do Governo, mas, ao longo do tempo alguns percalços impediram a concretização desse sonho.

Agora, a vontade do rei parece que vai se tornar realidade.EM TEMPOAinda não se sabe qual a moeda de troca que o deputado Damião Feliciano pediu em troca do ‘favor’, no entanto, todos sabem que o pedetista nunca deu ponto sem nó, já que detém vários cargos no Governo do Estado, inclusive a nomeação do seu filho, Renato Feliciano, no primeiro escalão do Governo.