Fale Conosco

Pré-candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevêdo foi ontem (28) em entrevista na capital sido taxativo quando adversários insinuam que ele desistirá da disputa. Para ele, esse possibilidade inexiste. No tocante as reivindicações de aliados para integrar a chapa majoritária, ele afirmou que não tem como agradar todos.

“Não existe a menor hipótese disto acontecer. No dia 5 de agosto, na nossa convenção, o meu nome estará sendo homologado nesse processo eleitoral”, assegurou João, sem querer comentar a possibilidade de que outras pré-candidaturas à sucessão estadual sejam retiradas, nas próximas semanas.

Sobre as reivindicações de aliados para integrar a chapa majoritária, como é o caso do DEM e do próprio PT, João Azevêdo confirma que o PSB mantém o diálogo com os partidos, mas reconhece que é impossível atingir um consenso absoluto: “Não dá para agradar a todos”, avalia.

 

Redação