Fale Conosco

Em um protesto alusivo ao Dia Internacional da Mulher, as mulheres paraibanas ocuparam a Agência do INSS em João Pessoa, nesta quarta-feira (8), contra a Reforma da Previdência, que, segundo as manifestantes provocar prejuízos para as mulheres. Outras manifestações acontecem simultaneamente em outras cidades da Paraíba e em todo o Brasil.

O objetivo é chamar atenção para obstáculos ainda enfrentados pelas mulheres, como ataques a direitos, racismo, lesbofobia e feminicídio.

A “Parada de Mulheres” é parte de uma convocatória global para uma Greve Internacional de Mulheres, chamada por ativistas de todo o mundo, em especial pelas mulheres argentinas e pelas norte-americanas Nancy Fraser e Angela Davis. O movimento ganhou adesão de vários lugares do globo e grandes atos já estão confirmados em cerca de 40 países. Aqui no Brasil, mulheres de várias cidades têm se reunido em assembleias e se preparado para a Greve neste 8 de março.

O movimento se organiza em torno de importantes pautas políticas (contra os avanços neoliberais, contra as políticas antimigração e pela garantia de direitos sociais, como é o caso da luta contra a reforma da previdência aqui no Brasil) e pautas específicas para a luta das mulheres, como a luta contra a violência e a lgbtfobia, e em favor da descriminalização do aborto e dos direitos das mulheres negras e indígenas.

Fonte:Wscom