Brasil

Mulher morre após levar 3 facadas durante discussão de trânsito -VEJA VÍDEO

Suspeita golpeou vítima com uma faca e fugiu do local; mulher já foi identificada pelas autoridades

Uma mulher de 39 anos, identificada como Raquel Melo Mota, foi morta na manhã do sábado (18) no Rio de Janeiro após envolver-se em uma briga de trânsito com outra mulher. Conforme informações da Polícia Militar, a confusão tornou-se violenta e a outra mulher, que fugiu do local do crime, esfaqueou três vezes a vítima. Raquel ainda foi levada para o Hospital Público de Macaé, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com os policiais, toda confusão começou no sábado, em frente a um condomínio na Barra de Macaé. Durante a briga, a suspeito pegou uma faca e deu três golpes na vítima. As facadas atingiram o tórax e ainda perfuraram os pulmões de Raquel. A mulher de 39 anos era casada e deixa uma filha de apenas 13 anos. O marido da empresária conta que tudo aconteceu porque a suspeita avançou um sinal de trânsito.

O homem relatou que a suspeita fechou a vítima ao avançar no sinal de trânsito e as duas começaram a discutir. O viúvo ainda contou que a procurada pela polícia já saiu com a faca aca na mão do carro, pronta para cometer o crime. Além da outra mulher, ainda haviam mais duas pessoas no carro, que não fizeram nada para deter que a suspeita cometesse o assassinato.

Após o crime, as investigações começaram e a Polícia Civil já identificou quem é a suspeita. Agora, as autoridades esperam que a mulher se entregue. Ao mesmo tempo, imaginando que a criminosa possa tentar fugir, os policiais também fazem buscas pela região, para prender a acusada. A mulher teria sido reconhecida por uma das testemunhas que acompanharam a briga.

Muitos internautas lamentaram a morte da mulher e comentaram sobre as situações no trânsito que acabam em brigas. Para muitos, o melhor sempre é deixar a pessoa mais irritada passar ou ainda não responder, afinal nunca se sabe quem está atrás do volante no outro veículo. Os comentários nas redes sociais ainda são de que mesmo que o motorista tenha razão, como no caso de Raquel, não é bom tentar mostrar para a outra pessoa. Os usuários das redes sociais ainda comentaram que em casos de ameaça, apenas deixe o local e anote a placa do outro veículo. Em um local seguro, a vítima pode fazer uma denúncia.

Tags: Tags: