Fale Conosco

Uma mulher, de 28 anos, é suspeita de abortar um feto em Patos, no Sertão da Paraíba, e pagar R$ 4 (quatro reais) para um mototaxista descartar a sacola onde o embrião foi colocado. De acordo com informações, a mulher disse em depoimento que teria dito ao mototaxista que se tratava de lixo e, para que ele deixasse debaixo de uma ponte.

Equipes da Polícia Civil e do Instituto de Medicina Legal (IML) foram acionadas e deslocadas a região onde o caso aconteceu para identificar onde o feto estava.

De acordo com a delegada Silvia Alencar, que comanda o caso, a suspeita alegou problemas emocionais e psicológicos acrescidos do uso de medicamentos. O aborto teria sido realizado após ela sentir uma dor na noite do último domingo (3) e tomar um chá. O feto foi enrolado com panos na sala da residência onde ela mora e entregue ao mototaxista.