Fale Conosco

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba vai investigar suposto ato de improbidade administrativa praticada pelo coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) José Leonardo Alves, que teria desviado valores referentes a plantões não trabalhados por seu irmão, Jairo Henrique Alves.

A portaria que instaura o procedimento investigativo foi publicada na edição desta segunda-feira (24) do Diário Oficial do MPF e é assinada pelo procurador Yordan Moreira Delgado.

Da redação