NotíciasParaíba

MP realiza audiência e FAP vai retomar procedimentos na área de oncologia

O Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), sediado em Campina Grande vai retomar, nesta quinta-feira (22), os procedimentos cirúrgicos e demais atendimentos na área de oncologia, interrompidos na semana passada, devido aos atrasos no repasses dos recursos por parte da Secretaria Municipal de Saúde, que gerencia as verbas destinadas ao município pelo Ministério da Saúde.

A garantia foi dada pelo diretor-presidente da FAP, Herdes Macedo Rodrigues, durante audiência convocada pela promotora de Justiça Adriana Amorim de Lacerda, de Defesa dos Direitos da Saúde de Campina Grande, que contou ainda com a participação da secretária municipal de Saúde, Luzia Pinto, de representantes dos hospitais João XXIII, Clipsi e Antônio Targino.

Do último dia 14 até esta quarta-feira (21), o Hospital da FAP deixou de atender para consultas e procedimentos cirúrgicos aproximadamente 100 pacientes, de acordo com estimativa feita pelo diretor. Segundo ele, a instituição vem operando com um déficit de cerca de R$ 500 mil mensais, razão pela qual se viu obrigado a suspender a prestação dos serviços, na semana passada.

Herder Macedo garantiu, por outro lado, que a partir desta quinta-feira o hospital vai elaborar uma planejamento para remarcar os procedimentos que deixaram de ser feitos devidos a suspensão dos serviços.

Já a secretária municipal de Saúde, Luzia Pinto, garantiu à promotora Adriana Amorim de Lacerda e aos dirigentes hospitalares presentes na audiência que, nas próximas 48 horas, efetuará os repasses em atraso referentes aos serviços oferecidos de média e alta complexidade. A regularidade desses repasses está sempre condicionada à liberação dos recursos por parte do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: Sertão Total

Tags: Tags: