Fale Conosco

A Polícia Civil da Paraíba estaria a um passo de elucidar o caso Expedito Pereira, pois o pistoleiro e a moto usada na execução estariam sob custódia.

Essa é a informação confirmada por uma fonte que acredita que já nesta segunda feira pistoleiro e mandante estarão em acareação pra confrontar versões.

Existe uma expectativa de que a linha da investigação conclua que os motivos sejam financeiros, mas não estão descartados motivos passionais.

A arma do crime ainda não foi encontrada, garante a fonte.

Em tempo: o sobrinho de Expedito, Ricardo Pereira, teria sido o mandante e já estaria preso.

Dércio Alcântara