Fale Conosco

Quando se pergunta como está o combate ao novo coronavírus por parte da Prefeitura de Campina Grande, algumas perguntas vêm em mente: existem leitos suficientes de UTI, medicamentos e profissionais habilitados para tal pandemia? Bem recursos oriundos do Governo Federal, segundo o portal da Transparência revelam que sim no tocante aos recursos, pois somente para o Fundo Municipal de Saúde da cidade já chegaram mais de R$ 85 milhões. Porém a realidade mostra que apesar de existir recursos suficientes, pacientes com sintomas estão desesperados por atendimentos que estão sendo negados por parte da gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD).

Segundo revela o portal da Transparência da prefeitura de Campina, somente para o Fundo Municipal de Saúde da cidade já chegou até o dia 28/12/2020 exatos R$ 85.676.724,17. Os dados podem ser vistos no anexo em PDF:

Apesar desses vultosos recursos, diversas denúncias de moradores da cidade vêm se espalhando pela mídia, relatando que não estão conseguindo no Hospital Pedro I, sequer os medicamentos distribuídos pelo Governo Federal para amenizar os efeitos da Covid-19. Escute esse relato:

O Hospital Pedro I, principal unidade da prefeitura para o combate a Covid-19 é administrada pelo Dr. Tito Lívio Vieira de Souza e Cavalcanti, que é cunhado do prefeito eleito Bruno Cunha Lima (PSD). Inclusive Tito Lívio, casado com a odontóloga Andrea Cunha Lima e atual ocupante do cargo em comissão de diretor clínico do Hospital Municipal Pedro I, recebeu somente de fevereiro a outubro deste ano de 2020, R$ 185.360,00 da gestão Romero, via empresa, T&G Consultório Médico LTDA – ME (CNPJ n° 30.557.090/0001-87, do qual é sócio administrador.

Ocorre que a empresa, T&G Consultório Médico LTDA – ME (CNPJ n° 30.557.090/0001-87 –, que tem o Dr. Tito Lívio como sócio administrador, foi contratada pelo Fundo Municipal de Saúde, vinculado à Secretaria de Saúde do município de Campina Grande – PB para plantões. Os dados da empresa podem ser vistos no link: https://cnpj.biz/30557090000187, ou nos anexos da matéria. Tais dados podem ser vistos nos anexos ou por meio do link do sistema Sagres – TCE/PB (link: https://sagresonline.tce.pb.gov.br/#/municipal/fornecedores).