Fale Conosco

Ao sonegar ao repórter Felipe Recondo a cortesia de uma pergunta, mandando-o “chafurdar no lixo” e chamando-o de “palhaço”, Joaquim Barbosa tornou-se um personagem indenfensável mesmo entre os seus pares.

O blogueiro Josias de Souza conversou com dois ministros do STF.  Um disse que o comportamento do colega “não merece nem comentários”.Outro comentou: “Se dissesse que fiquei surpreso, estaria mentindo. Em matéria de falta de cortesia, o ministro Joaquim não é mais imprevisível. Virou uma pessoa tristemente previsível. Imagine uma inversão da cena: o repórter chamando o ministro de ‘palhaço’. O mundo teria desabado. Quando vi a notícia no Jornal Nacional, senti vergonha. Quem agrediu o repórter não foi o ministro Joaquim, mas as instituições que ele preside e representa -o CNJ e o próprio Supremo.”