Fale Conosco

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, anunciou, nesta quinta-feira (15), a destinação de R$ 80 milhões para as obras da Barragem Espinho Branco, que vai beneficiar cerca de 150 mil habitantes na região de Patos e para a continuidade das obras dos conjuntos habitacionais São Judas Tadeu I e II, que beneficiará 856 famílias de baixa renda. Ao todo, governo federal e governo da Paraíba investirão R$ 142 milhões.

Vale ressaltar que dos R$ 80 milhões, metade é emenda do deputado federal paraibano Hugo Motta. O restante será desembolsado pelo Governo do Estado da Paraíba. Com comprimento total de cerca de 600 metros, a barragem vai inundar uma área de 1.140 hectares e garantir o abastecimento da região durante todo o ano.

Os residenciais São Judas Tadeu I e II, localizados no bairro Ana Leite, beneficiarão cerca de 3,4 mil moradores da cidade paraibana. Para isso, o Governo Federal vai investir R$ 62,4 milhões – enquanto o governo estadual fará um aporte de R$ 6 milhões. Além das moradias, os condomínios serão equipados com redes de água, esgoto, drenagem, energia elétrica e iluminação pública, pavimentação e urbanização.

Durante a cerimônia, Rogério Marinho lembrou que as obras em Patos fazem parte de um processo que o Ministério do Desenvolvimento Regional vem realizando para dar continuidade às ações de habitação. “Foram herdadas mais de 100 mil habitações cuja construção havia sido paralisada. Praticamente a metade dessas obras já foram retomadas. Isso demonstra o compromisso do governo com a política de desenvolvimento do país e de ataque ao déficit habitacional”, apontou.