Notícias

Mesmo punido, Veneziano descarta deixar o PMDB imediatamente

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) declarou, nesta sexta-feira (10), em entrevista ao programa Correio Debate, que não planeja deixar o partido imediatamente. Veneziano foi suspenso por 60 dias de atividades partidárias após votar contra o presidente Michel Temer na Câmara Federal.

 Segundo Veneziano “uma coisa não está ligada a outra”. Ele revelou, na ocasião, que recebeu convites do Democratas, através do deputado Efraim Filho, do Podemos da deputada Renata Abreu (SP), e do PSL.

 O deputado ainda afirmou que tal decisão só será tomada em março, período legal de transferências partidárias entre os políticos.

 

 

Fonte: Wscom