Fale Conosco

O petista Luiz Couto abriu mais uma série de polêmicas nesta sexta-feira (23), ao anunciar publicamente o apoio à candidatura de Ricardo Coutinho (PSB). O padre, no entanto, é secretário de Agricultura do governador João Azevêdo, que rompeu com Ricardo e vem penalizando quem sai em defesa do ex-governador.

“Se ele quiser me exonerar, mas eu não pedi. Pedi férias para fazer política, não apenas em João Pessoa, mas também no interior para aqueles que foram punidos. Temos que responder com fidelidade, solidariedade e gratidão”, disse o sacerdote se referindo a João.

Couto também deve ficar de olho no próprio partido, Giucélia Figueiredo, pelo menos no diretório municipal, que não ficou nada satisfeito com o posicionamento do padre. Para a presidente da legenda na Capital, entretanto, o anúncio já era esperado. “Nenhuma surpresa, pois há muito tempo Luiz Couto e seu grupo não votam em candidatos do PT. Esta será a terceira eleição seguida para prefeito de João Pessoa que ele vota contra nosso partido. Foi assim em 2012 e em 2016. Não por coincidência, sempre votando em candidatos do PSB”, disse a diretora.