Fale Conosco

O medo de uma possível emboscada fez o empresário Daniel Cosme chegar a Câmara Municipal de Joao Pessoa usando um colete à prova de balas e protegido por dois seguranças para participar a sabatina sobre o escândalo dos livros.

Ao que tudo leva crer, a Prefeitura de João Pessoa teria embolsado mais de R$ 2 milhões referentes ao pagamento do serviço de distribuição de livros didáticos para usar o dinheiro na campanha do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Segundo o denunciante, a história fede e vai feder ainda mais.

Quem também já se encontra na Casa para depor é o superintendente da Emlur, Coriolano Coutinho, irmão do governador, o presidente estadual do PSB,  Edvaldo Rosas e o Secretario Alexandre Urquiza, todos membros do coletivo ricardista.