Fale Conosco

Na última sexta-feira(07) as médicas que trabalham no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida em Campina Grande protestaram contra os casos de assédio moral que vem sendo promovidos contra elas por parte de um companheiro de trabalho. As médicas afirmam que a diretoria da maternidade indicada pela gestão do prefeito Romero Rodrigues nada faz para reprimir os casos de assédio.

As manifestantes ficaram na área externa do ISEA e além das profissinais de saúde também participaram do ato representantes dos movimentos de defesa das mulheres. O estopim para a revolta das profissionais foi um episódio em que o médico, que é acusado de assédio moral pelas profissionais, teria dito que “o ISEA é um cabaré cheio de putas”.

Muitas das profissionais formalizaram denúncias junto ao Ministério Público da Paraíba e afirmaram que interpelarão o CRM-PB para que medidas sejam tomadas pelo órgão regulador da profissão no estado. Assista abaixo um vídeo do protesto realizado pelas médicas: