Fale Conosco

É por medo que Marina Silva resiste a se lançar logo em campanha para presidente da República em 2018. Um de seus interlocutores da Rede, partido que ajudou a fundar, afirma que a ex-senadora não quer sofrer os ataques “baixos” como na última campanha sem tempo para responder. Em 2014, até a saúde de Marina foi afetada, comenta o aliado. Ainda de acordo com ele, Marina Silva prefere ter certeza de que haverá mais tempo de TV. Sem um arco de alianças maior que o da última campanha, ela poderá até abrir mão de concorrer à Presidência.

Fonte:Época