ParaíbaPolítica

Marcha à ré? Vice-governadora avisa não ter dificuldade em apoiar o nome de João Azevêdo para o Governo

Pré-candidata ao governo do Estado nas eleições deste ano, a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), afirmou, em entrevista, que Campina Grande precisa de um governador, mas não descartou o apoio a João Azevedo (PSB). Ela falou em defender a proposta de continuidade das obras do governo atual, e deixou transparecer que pode ser candidatar novamente a vice na chapa a ser encabeçada por João Azevedo.

Ela observou, no entanto, que não houve nenhuma conversa com o governador Ricardo Coutinho (PSB) no sentido dela figurar novamente com vice na chapa do PSB,

Esposa do deputado federal Damião Feliciano, Lígia frisou que no momento vai discutir ideias e propostas, pois as convenções só acontecem em agosto, e que estará defendendo a continuidade dos projetos que mudaram a Paraíba, através do governo Ricardo.

– Estarei defendendo a continuidade dessas ideias que mudaram a Paraíba, pois as ideias pertencem ao povo da Paraíba. É como, fazendo um paralelo com o governo Lula, as ideias do Bolsa Família, do Minha Casa Minha Vida, do Fies, são do povo. Os governos passam, mas as ideias continuam – frisou.

Lígia ainda reforçou que não está fechada para conversar com o governador Ricardo Coutinho, sobretudo na possibilidade de voltar ser vice, mas adiantou que, no momento, não está discutindo coligações e sim discutindo o que ela pensa.

Para Lígia, em 2018,  “Campina Grande precisa voltar a ser protagonista”.

Com informações do PBAgora

Tags: Tags: