Notícias

Maranhão revela articulação interna em torno de seu nome e alfineta: “O salto que a Paraíba deu foi pra trás”

O ex-governador José Maranhão (PMDB) tem se mostrado o parlamentar mais tranquilo em relação às eleições municipais. Enquanto Maranhão demonstra interesse em “tirar férias” da vida pública, os companheiros do partido insistem em seu nome para disputar a prefeitura de João Pessoa.

Foi o que anuncio o ex-governador na manhã de hoje. Maranhão disse nas últimas reuniões realizadas pelo PMDB recebeu o chamado e a manifestação de companheiros de partido em prol de sua candidatura: “Nas duas últimas reuniões que tivemos dentro do PMDB recebi o manifesto de muitos dos nossos amigos sinalizando pela minha candidatura, mas eu disse que essa discussão deveria ser feita na presença de Manoel Junior, que estava em outra agenda em Brasília.”

Preservando o sentido de democracia dentro da legenda, José Maranhão disse que os eleitores do PMDB jamais irão assistir a uma candidatura imposta, a exemplo do que se vê no PSB: “Eu sou candidato se o meu nome foi aclamado pelo povo. Não é uma imposição, não é um projeto pessoal. Por isso defendo uma pesquisa para a escolha do nome.  João Pessoa não é um feudo de ninguém”.

José Maranhão falou ainda sobre a mudança necessária à política em João Pessoa e falou  sobre o desejo de avançar, “dar um salto” relembrando a frase utilizada por seu opositor última campanha para o Governo do Estado e completou: “Precisamos dar um salto para frente, já que o  salto que a Paraíba deu foi pra trás”.

O ex-governador comentou sobre o interesse em se afastar da vida pública, mas disse que não pode ficar ausente quando, em contrapartida, recebe chamados  para representar seu grupo: “Para mim seria mais cômodo tirar férias e ir cuidar exclusivamente da minha família, coisa que nunca fiz devido a todos os mandatos que assumi até hoje. Mas minha candidatura surge mais uma vez pelo chamado do meu partido e do próprio pessoense”.