Fale Conosco

O presidente do PMDB em João Pessoa, Benjamin Maranhão, tratou a saída de Wilson Braga (PMDB) da bancada de oposição na Assembleia de uma maneira bem pacata. Benjamin disse que a saída do deputado não representa “debandada” no partido e que ninguém dentro do PMDB irá cobrar que ele saia da legenda.

“Braga foi leal, votou em Maranhão no 1º e no 2º turno, e nós temos que respeitar a história dele.  Não queremos a saída dele do partido, até porque essa decisão dele não é definitiva. Ele pode voltar atrás e não devemos tomar nenhuma atitude precipitada”, disse Maranhão.

O presidente garantiu que, diferente de outras legendas, o PMDB não promove represálias contra filiados, ao contrário: “permitimos sempre o direito ao contraditório”, assegurou.

Isso quer dizer que, caso Wilson já tenha se arrependido, a bancada de oposição está esperando seu retorno de braços abertos.