Fale Conosco

Rápido, como deve ser quem tem determinação, o deputado federal Manoel Júnior nem esperou Cícero completar a descortesia de rejeitar o convite de Cássio para ser candidato a prefeito de João Pessoa pelo PSDB e foi logo abrindo diálogo com os tucanos.

Manoel é o presidente do diretório do PMDB na Capital e tem legitimidade para dialogar com qualquer outro partido. Quer ser candidato a prefeito e com o apoio de Cássio largaria muito bem na corrida sucessória.

Até aí tudo bem. O vice, inclusive poderia ser Ruy Carneiro, o que somaria mais ainda, mas no meio do caminho tem uma pedra. Na verdade, um lajeiro. José Targino Maranhão, o Matusalém da política paraibana, tão longevo que as vezes achamos que o PMDB é uma de suas propriedades, assim como as fazendas no Maranhão, o gado a perder de vista e aquela casa onde mora no Altiplano.

Conversar com Cássio e Ruy, Manoel Júnior pode até conversar. Mas, entre isso e uma aliança para 2016 terá antes que escalar a Pedra da Boca e chegar ao lajeiro de Araruna para pedir permissão à velha raposa.