Fale Conosco

Em reunião com o reitor do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Nicácio Lopes, nessa sexta-feira (15), o prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Junior, debateu a respeito dos avanços e as perspectivas de atuação do IFPB na Zona da Mata paraibana, fortalecida com a autorização do Ministério da Educação (MEC) para o funcionamento do Campus Avançado da unidade de ensino no município.

Na reunião, também estavam presentes o secretário municipal de Educação, o professor Olimpíades Queiroz; o secretário executivo, o professor Josenildo Lima; o secretário executivo de Turismo, Tarcísio Josafá de Oliveira; e o procurador Luan Espínola.

Durante o encontro, o reitor Nicácio Lopes atualizou o prefeito e a equipe gestora do município sobre os últimos acontecimentos envolvendo o Campus. Já o diretor do do IFPB de Pedras de Fogo, Frederico Campos, fez uma apresentação panorâmica de todas as fases da Unidade, destacando o salto qualitativo e quantitativo na oferta do ensino, da pesquisa e da extensão. O prefeito elogiou o processo evolutivo do Campus na oferta de cursos técnicos.

Na oportunidade, Dr Junior, como é conhecido o prefeito, assegurou a doação de um terreno de 7 hectares, localizado à margem da PB-032, na entrada da cidade, terreno desapropriado na administração da prefeita Maria Clarice Ribeiro Borba com a finalidade de abrigar uma instituição de ensino superior. “Vamos repassar, também, para o IFPB, a estrutura de um CVT que vai ajudar na acomodação dos alunos e na ampliação da oferta de novos cursos pelo Instituto Federal da Paraíba na nossa cidade”, garantiu o prefeito.

Manoel Junior também garantiu que usará o seu conhecimento na bancada federal para adquirir recursos exclusivos e investimentos no Campus Avançado da cidade. “O governo de Pedras de Fogo, apoia o instituto e a oferta de cursos para contribuir com a educação em nossa cidade”, disse o prefeito.

“Manoel Júnior é um grande amigo das instituições públicas de ensino superior da Paraíba, particularmente do IFPB, pois durante sua atuação como deputado federal foi um dos apoiadores do nosso instituto, destinando emendas parlamentares”, lembrou o reitor Nicácio Lopes.