Fale Conosco

Para evitar o que classificou de “samba do crioulo doido”, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, do PSD, anunciou, nesta segunda-feira (06) que convocou os 17 vereadores que integram a base que dá sustentação ao Governo na Câmara Municipal para uma reunião a fim de abortar a criação de grupos dentro da base aliada.

Segundo Cartaxo, a reunião vai acontecer na próxima quarta-feira (08), à tarde, em seu gabinete, na prefeitura de João Pessoa.

“Quarta feira à tarde vou fazer uma reunião com a nossa bancada, no meu gabinete, quero conversar um pouco, cheguei de viagem, quero ouvir todos, mas com orientação, com uma posição clara. A gente tem que fazer um esforço muito grande para manter a unidade dessa bancada. A união é importante não só para o poder executivo e legislativo, mas também para o povo de João Pessoa. A gente consegue fazer mais quando a gente faz com união, quando a gente tem entendimento, bom senso, quando a gente tem equilíbrio, o resultado sai de maneira mais rápida”, disse.

Cartaxo deixou claro que não concorda com a tese de formação de grupos e disse não ver bom senso em fracionar uma bancada de apenas 17 parlamentares.

“Não tem sentido a formação de grupos. Você pode ter, no meu entendimento, o líder por partido. É normal que cada partido tenha o seu líder, agora você não pode pegar uma bancada, que já tem um líder, e fracionar em três quatro líderes. Vai ficar um samba do crioulo doido. Então é importante a gente manter esse equilíbrio cada um com sua posição defendida, todos sabem que sou uma pessoa do diálogo, agora para a gente bater o martelo, na hora de dar um posicionamento de governo nós já temos um líder, que é Helton Renê. È ele quem vai fazer o encaminhamento da posição da bancada. Por isso teremos essa conversa, não só em relação a isso, mas também no que diz respeito aos projetos para João Pessoa”, arrematou.

A entrevista do prefeito Luciano Cartaxo foi veiculada no programa Rede Verdade, da Arapuan FM.

Fonte:PBagora