Fale Conosco

Talvez a indecisão do prefeito Luciano Agra em ser candidato à reeleição tenha uma explicação lógica.

É que ele, enquanto prefeito, não consegue agradar nem mesmo os servidores do município, grande cabo eleitoral em qualquer eleição na Paraíba.

Amanhã, o Sindicato dos Médicos do Estado da Paraíba (SIMED/PB) realizará uma assembleia extraordinária que vai avaliar a contraproposta da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa e deliberar sobre a paralisação dos médicos no sistema de saúde na Capital.

Segundo o presidente do SIMED/PB, Tarcísio Campos, desde o dia 01 de março foi encaminhado oficio à Secretaria solicitando uma audiência para negociação, mas nenhuma resposta foi dirigida ao Sindicato. Ou seja, o governo continua fazendo ouvidos de mercador às reivindicações da categoria.

Tarcísio Campos explicou que desde dezembro do ano passado a categoria tenta negociação com a toda poderosa secretária de saúde Roseana Meira sem obter sucesso. Entre as reivindicações estão o reajuste do valor do plantão, direito a férias integrais, adicional noturno e melhorias nas condições de trabalho.

“Isso só demonstra o descaso com a população, que depende dos serviços públicos de saúde” diz. A assembleia acontece às 18h30, na sede do CRM, que fica localizado na avenida Pedro II, 1335, no centro de João Pessoa.