Fale Conosco

O vice-governador Rômulo Gouveia sempre foi conhecido pela postura pacata, as atitudes pacíficas, a tal ponto de esse jeito manso ser apontado por muitos como justificativa pelo insucesso eleitoral de Rômulo nas tentativas de chegar à Prefeitura de Campina Grande.

Mas, ultimamente, parece que as coisas tem mudado no íntimo do “gordinho”, como é carinhosamente chamado pelos amigos.

O vice-governador percebeu que quem tem fama de “bonzinho” na política se dá mal. Bastou olhar para o lado e ver a atuação dos líderes de seu grupo político para ver que aqueles que ameaçam, brincam com os princípios da justiça, utilizam os bens públicos em benefício próprios são os que mais estão em evidência na cena atual.

Na presidência do PSD, Rômulo resolveu arriscar uma postura diferente, e agora que tem uma legenda nas mãos tem experimentado a oportunidade de ser “malzinho”.

Rômulo já mandou recado para Trocolli Junior parar de defender a candidatura de Nonato Bandeira (PPS) em João Pessoa, sob pena de não ter legenda para disputar a prefeitura de Cabedelo.

Agora, Rômulo está sigilosamente empenhado em desbancar o candidato do PSB em Bayeux. Na terra do caranguejo, Rômulo defende a candidatura do filho do atual prefeito, o ex-deputado Flaviano Quinto.

No microblog Twitter, o presidente do PSD publicou: A mim só interessa a candidatura do nosso ilustre @Flaviano_Quinto pelo PSD-55! Abraços.