Fale Conosco

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Ricardo Lewandowski, afirmou que a população deve participar da construção da reforma política.

Segundo ele, o financiamento público de campanhas e o fim das coligações proporcionais são pontos importantes para a execução da reforma.  “Antes que o Congresso avance, é preciso que haja certo consenso dos eleitores em torno do que se pretende mudar”, disse.

O ministro também afirmou não acreditar que a reforma seja feita de forma profunda antes das eleições de 2012.

Por falar em Lewandowski, ele voltou a ter o destino de Cássio em suas mãos, mesmo a contragosto.

Particularmente, não comemoraria se eu fosse cassista, pois o ministro é cauteloso e parece não ter pressa em quase nada.