Fale Conosco

Depois da farsa do Orçamento Democrático apresentado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) como sendo um bálsamo  para todos os   males e das feridas abertas pela falta de capacidade, criatividade e da boa vontade na oferta do serviço público de qualidade, o inquilino da Granja Santana – residência que virou chacota nacional pela comilança nababesca e pelos mimos à uma única criança –  tenta agora levar os servidores do OD a um constrangimento sem limites.

Segundo documento que nos foi enviado por um servidor do OD da 3ª Região, O governo do estado quer saber, por exemplo, da sexualidade de cada um dos integrantes do orçamento. É desejo de Ricardo tomar conhecimento se o integrante do orçamento Democrático  é homossexual, bissexual ou hétero. Não, não tem assexuado.

No documento – ver reprodução abaixo – que ainda não chegou às mãos dos servidores, a Ficha de Inscrição  do Curso de Formação para conselheiro do Orçamento Democrático também deseja saber o nome completo e o de ‘guerra’ de cada participante.