Fale Conosco

A BBC News Brasil divulgou com exclusividade, nesta sexta-feira (19), dados de uma pesquisa inédita realizada no país. De acordo com o levantamento, durante o primeiro ano de pandemia, 80% das pessoas intubadas em decorrência da Covid-19 morreram no Brasil.

Para ser mais claro, 8 em cada 10 pacientes que precisaram de ventilação mecânica para respirar devido às complicações causadas pelo coronavírus faleceram em 2020. O percentual é mais alto do que a média mundial de mortalidade, que é de 50%. Os pesquisadores preveem que a taxa deve piorar em 2021.

“Os dados de morte por intubação em 2021 não estão consolidados, mas as informações disponíveis sobre morte hospitalar apontam para um aumento significativo da mortalidade”, disse à BBC News Brasil o pesquisador da Fiocruz Fernando Bozza, chefe do Laboratório de Pesquisa Clínica em Medicina Intensiva do Instituto Evandro Chagas.

Para chegar a este resultado, foram analisadas 163,2 mil internações de pacientes com Covid-19 entre 15 de agosto e 31 de dezembro do ano passado, a partir do sistema SIVEP-Gripe, do Ministério da Saúde, que determina que todos os hospitais comuniquem internações por síndrome respiratória.

Ainda segundo a pesquisa, a taxa de mortalidade é maior nas regiões Norte, com 86,7%, e no Nordeste, com 83,7%. O percentual também é acima da média nacional no Centro-Oeste, com 83,6%. No Sul e Sudeste a taxa cai um pouco, chegando a 76,8%.

Leia a matéria na íntegra neste link: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-56407803