Fale Conosco

O deputado federal Leonardo Gadelha (PSC-PB), pré-candidato a governador pelo Blocão, é sempe muito lembrado para vice de Veneziano, e com um brilho nos olhos nunca descarta a hipótese, mas no momento prefere focar em mostrar o que fez em seu mnandato.

Prestando contas, Leonardo cumpriu em 2013 a meta de liberar R$ 15 milhões em recursos para a Paraíba, um montante 90% superior à média obtida pelos demais parlamentares de todo o Brasil, em torno de R$ 8 milhões. Para o vice-líder do Partido Social Cristão na Câmara, tão importante quanto o valor total é a destinação dos recursos.

 “O dinheiro foi pulverizado tanto entre as diferentes regiões geográficas da Paraíba quanto entre todos os entes federados em todas as áreas da administração pública”, afirmou o deputado, em Brasília.

Os R$ 15 milhões foram empenhados por Leo Gadelha entre as emendas consignadas à Lei Orçamentária anual de 2013 e recursos extra-orçamentários. Entre as regiões contempladas, o sertão ocupou posição de destaque. “A região que eu majoritariamente represento na Câmara dos Deputados é o sertão da Paraíba, mais especificamente a região polarizada pelo município de Sousa, contemplada com mais de R$ 8 milhões”, disse o atual pré-candidato do PSC ao Governo do Estado.

Outras localidades dispersas por toda a Paraíba foram beneficiadas, como os municípios do Cariri, do Brejo, do litoral e das regiões de Princesa Isabel e de Catolé do Rocha, entre outras. Gadelha explica que houve também liberação de recursos para entidades federais, incluindo a Universidade Federal de Campina Grande e a Capitania dos Portos.

“E, no fim do ano, consegui a liberação de recursos extraordinários que permitirão construir os dois acessos viários à cidade de Sousa, tanto aquele para quem vem da cidade de Cajazeiras quanto o outro para quem vem do município de Aparecida”, disse. O social-cristão salientou que esse índice de execução orçamentária é considerado bastante elevado. “Pouquíssimos são os deputados que conseguiram empenhar uma quantidade significativa como essa.”

Comemoração

A avaliação positiva obtida pelo vice-líder do PSC por sua atuação parlamentar em 2012 e 2013, divulgadas pela revista Veja e pelo Portal Políticos.org, somada ao cumprimento da meta de execução de emendas, deixou o deputado satisfeito com os resultados alcançados. “Eu fico muito feliz, porque isso comprova a qualidade do trabalho executado pela equipe do meu gabinete, haja vista ter sido esse o primeiro orçamento que nós trabalhamos na sua integralidade”, afirmou.

“Eu assumi o mandato em dezembro de 2011, quando o orçamento de 2012 já estava confeccionado. Portanto, não tive o direito de alocar emendas para o exercício de 2012. O fiz apenas na virada do ano de 2012 para 2013. Então, este foi o primeiro orçamento que trabalhei durante todo o processo: tanto na alocação da emenda quanto na liberação de recursos. É um motivo de grande alegria para mim.”

Na avaliação de Gadelha, a população compreendeu a necessidade de fazer uma distribuição equitativa geograficamente e entre as diferentes áreas da administração. Ele ressaltou que foram alocados recursos nos esportes, no turismo, na agricultura, na saúde, no Ministério das Cidades – para a melhoria da infraestrutura urbana, Ministério da Saúde e Ministério da Educação. “Também o Ministério da Cultura, é muito importante salientar, já que tanto a cidade de Sousa quanto o município de Aparecida foram contemplados com recursos para a cultura.”

“Em Aparecida, especificamente, para a construção do Museu Armorial dos Sertões, uma homenagem a Ariano Suassuna e a civilização do couro. Em Sousa, para a construção do novo centro de cultura, com investimento de mais de R$ 2,5 milhões.”