Fale Conosco

No comando da Prefeitura de Lucena há apenas um mês, Leo Bandeira, que foi eleito com a promessa de não nomear parentes à cargos públicos, congelar salários e acabar com o cabide de empregos no município, já se mostra igual, ou pior, do que o gestor anterior da cidade, Marcelo Monteiro.

O último ato de Leo Bandeira foi aumentar o salário da irmã, Luana Bandeira, em 156%. Ela é sub-procuradora, cargo que até o final de 2020 pagava R$ 2.000 para quem ocupava a função. Agora, a remuneração subiu para R$ 5.120.

O prefeito de Lucena também foi generoso com outro familiar. Rogério Falcão, filho de sua madrasta e seu irmão por afinidade, teve aumento de 42% em seu ordenado mensal. O antigo procurador do município recebia a quantia de R$ 4.500, salário que subiu para R$ 6.400.