Fale Conosco

O resultado do laudo de lesão corporal da mulher do cantor Victor Chaves foi negativo, afirmou, nesta segunda-feira (13), a delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte. Poliana Bagatini Chaves, que tem 29 anos e está grávida, havia prestado queixa contra o marido em fevereiro, dizendo que foi agredida pelo cantor, de 41 anos, da dupla sertaneja Victor & Leo. O exame foi realizado no Instituto Médico Legal (IML) da capital mineira.

Danúbia disse que ainda aguarda laudo pericial das imagens do circuito interno do prédio onde a suposta agressão teria ocorrido para concluir o inquérito. Nesta manhã, a Polícia Civil chegou a divulgar que a investigação estava concluída, mas a delegada afirmou que tem 30 dias para finalizar o inquérito.

Segundo Danúbia, nenhum vizinho ou funcionário do prédio ou do próprio cantor disse ter presenciado qualquer agressão, mas eles relataram ter ouvido gritos. Ainda de acordo com a delegada, a confusão teria sido motivada por um desentendimento após o cantor ter levado a filha do casal para a casa da mãe dele sem o conhecimento de Poliana. O casal e a mãe do cantor moram no mesmo prédio.

Victor foi intimado a depor na semana passada, mas pediu, por meio do advogado, para reagendar uma nova data. O depoimento, que durou cerca de duas horas, foi realizado neste domingo (12). Também foram ouvidas a mãe dele, Marisa Chaves Zapalá Pimentel, de 65 anos, e a irmã, Paula Chaves Zapalá Pimentel, por cerca de uma hora cada uma.

Todos os envolvidos já prestaram esclarecimentos à polícia, inclusive um segurança. O caso foi distribuído a um juiz, que expediu um mandado para que a polícia tivesse acesso às imagens do circuito de segurança do prédio.

Fonte:G1