FutebolMundoNotícias

Jornal diz que CR7 ofereceu “cheque em branco” para encerrar caso de sonegação

O jornal “El Mundo” noticia nesta segunda-feira que Cristiano Ronaldo apresentou uma oferta à Agência Tributária da Espanha para encerrar o caso no qual é acusado de sonegação com um acordo econômico. Na proposta, o astro do Real Madrid concordaria em pagar o valor que o Tesouro acredita ser apropriado, desde que dê fim ao processo criminal e retire o pedido de prisão contra ele. Isso não quer dizer, no entanto, que o jogador tenha admitido o crime.

A Fazenda entende que o português sonegou € 14,7 milhões (R$ 59,3 milhões na cotação atual) em ganhos com direitos de imagem no Real Madrid no período de 2010 a 2014 e o acusa de quatro crimes tributários. O valor proposto por Cristiano Ronaldo para encerrar o caso não foi divulgado, mas o “El Mundo” fala em “cheque em branco” para dar fim à acusação.

Fontes da “Europa Press” próximas à investigação, entretanto, dão uma versão distinta. Nela, Cristiano Ronaldo teria feito uma proposta insatisfatória de € 4 (R$ 16) a € 5 milhões (R$ 20 milhões), bem longe do “cheque em branco” citado pelo “Ele Mundo”, e o processo criminal seguiria de pé.

Em um comunicado divulgado em junho de 2017, a Procuradoria disse que o atacante do Real Madrid usou intencionalmente uma estrutura de negócios criada em 2010 para supostamente ocultar sua renda de direitos de imagens na Espanha.

Isso envolve uma omissão “voluntária”, de acordo com o Ministério Público espanhol, para cumprir suas obrigações tributárias no país, disse o documento da seção de crimes econômicos da Procuradoria. As quatro acusações de evasão fiscal se basearam em um relatório do organismo fiscal espanhol.

Cristiano Ronaldo já se pronunciou publicamente para dizer que jamais escondeu nada e tampouco a intenção de fraudar impostos. Segundo a imprensa espanhola, a acusação fez com que o jogador pensasse em deixar o Real Madrid.

Fonte: Globo.com

Tags: Tags: