Fale Conosco

Os meios de comunicação indianos colocaram em dúvida o envio de 2 milhões de doses da vacina de Oxford ao Brasil, carregamento dado como certo pelo Ministério da Saúde. Segundo matéria publicada pelo jornal indiano “Hindustan Times”, o segundo periódico em inglês mais lido da Índia, o Brasil se precipitou em enviar aviões para buscar os imunizantes.

“O Brasil parece ter se precipitado ao anunciar oficialmente o envio de uma aeronave para transportar dois milhões de doses da vacina Covid-19 da Índia, com Nova Delhi deixando claro que as decisões sobre o fornecimento para países estrangeiros levarão mais tempo.”, diz trecho da reportagem.

Questionado sobre o assunto durante uma coletiva de imprensa semanal, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores indiano, Anurag Srivastava, disse que é muito cedo para discutir as exportações de vacinas, já que o programa de imunização da Índia está programado para ser lançado no sábado.

Outro jornal indiano, o “The Times of India” noticiou que o País tem como prioridade imunizar sua própria população. Os voos brasileiros estavam previstos para esta quinta-feira (14), mas foram adiados para sexta (15) por “questões logísticas internacionais”, segundo a pasta.

Gazeta do Povo