Fale Conosco

O STF (Supremo Tribunal Federal) retoma hoje o julgamento do mensalão com o ministro Joaquim Barbosa exercendo a dupla função de presidente da corte e relator do processo.

Apesar de sua posse estar marcada para amanhã, ele ocupa a presidência do Supremo interinamente desde segunda.

Barbosa dá prazo para mensalão do PSDB
Análise: Supremo terá de enfrentar questão dos mandatos

Será, segundo ministros ouvidos pela Folha, o primeiro teste do colega e uma espécie de termômetro para saber se os próximos dois anos serão “tranquilos” ou “conturbados”.

Barbosa terá como vice Ricardo Lewandowski, revisor do processo do mensalão. Durante esse julgamento, eles protagonizaram vários bate-bocas.

Ontem, Lewandowski minimizou os desentendimentos e afirmou que será um vice-presidente com “protagonismo mínimo, low profile”.

“Serei um vice-presidente bem tradicional e o mais colaborativo possível”, completou.

Ele ainda disse que não vai “sugerir absolutamente nada”. “Eu vou ficar bem quietinho. Vou ser um vice José Alencar [ex-vice-presidente da República no governo Lula].”

 

  Editoria de arte/Folhapress  

Com Folhaonline