Fale Conosco

Nesta segunda-feira (11), um representante do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemadeno) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) esteve em João Pessoa para fechar parceria com a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. Na oportunidade foi confirmada a instalação de pluviômetros semiautomáticos em postos estratégicos da Capital para obtenção de dados em tempo real.

João Pessoa vai receber oito pluviômetros. O equipamento é feito com tecnologia japonesa, e funcionam com energia solar, no entanto, ainda possui baterias que duram até 12 dias caso não seja possível a alimentação solar.

“Com esses pluviômetros é possível prevenir qualquer tipo de perigo para as populações que vivem próximas de alguma área de risco, seja inundação, deslizamento de encosta ou enxurradas. Ele não faz previsão do tempo, e sim, mede online a precipitação da chuva, e vai mandando as informações via telefonia móvel”, explicou Herbert Brito, Consultor MCTI /Unesco.

O coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, Noé Estrela, revelou que a previsão é que os equipamentos sejam instalados em João Pessoa no prazo de 90 dias. Sobre a chegada dessa nova tecnologia e como ela vai ajudar no trabalho feito pela Defesa Civil, ele destacou: “Os antigos pluviômetros só davam a leitura depois da chuva, e de uma forma manual, enquanto esses novos aparelhos funcionam em tempo real. Todos os pontos de João Pessoa que receberem esse equipamento terão um acompanhamento diferenciado, com mais rapidez. Vai ser possível saber se está chovendo mais em uma determinada localidade do que em outra, e assim poderemos mandar as nossas equipes para os pontos necessários”.

Noé Estrela ainda acrescentou que a vinda dos pluviômetros semiautomáticos vai ajudar na organização da Defesa Civil. “Hoje temos um cuidado com toda a cidade, e em um caso de chuva, quando vamos fazer a medição, descobrimos que choveu mais em um local do que outro. O deslocamento de uma equipe pode ter sido desnecessário pela demora na coleta dessas informações”, analisou.

João Pessoa em Ação – Dentro do trabalho de prevenção, a PMJP implantou no mês de abril a operação João Pessoa em Ação – Força Municipal de Prevenção de Riscos, que reúne ações integradas, diariamente, em vários pontos da cidade para coibir os efeitos das chuvas e evitar transtornos para a população.

Entre as ações desenvolvidas pelo projeto estão o desassoreamento de rios, capinação, remoção de entulhos, limpeza de canaletas, loneamento de barreiras, desobstrução de galerias pluviais, recuperação de bocas de lobo e assistência social.

A operação João Pessoa em Ação – Força Municipal de Prevenção de Riscos é coordenada pela Defesa Civil Municipal e envolve as Secretarias de Infraestrutura (Seinfra), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Desenvolvimento Social (Sedes), Meio Ambiente (Semam), além da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur).