Paraíba

João diz que não vai disputar “paternidade” do VLT de CG com Romero e manda recado: “se não fizer eu faço”

O governador João Azevêdo disse nessa sexta-feira (12) que não vai disputar com o prefeito Romero Rodrigues a “paternidade” das obras do VLT de Campina Grande. O socialista, no entanto, mandou recado para o gestor da Rainha da Borborema.

“Se o prefeito trouxe a responsabilidade de executar essa obra não tem problema nenhum. O Estado vai ficar aguardando. Se ele disser que tem o dinheiro, como o Estado tem o recurso, que diga, anuncie e comece a fazer. Não tem disputa política comigo jamais com isso. Agora tem uma coisa, se ele não fizer, até a data que ele deixar a Prefeitura, o estado vai lá, refaz o projeto, e executa a obra”, garantiu Azevêdo em entrevista a um programa de rádio.

De acordo com o governador, Romero, durante reunião com Jair Bolsonaro, pediu ao presidente que cancelasse a cessão área para que o projeto fosse realizado pela Prefeitura.

“Após o sim do ministro da Infraestrutura, minha surpresa foi, no outro dia, saber que o prefeito de Campina Grande foi até o presidente e pediu que ele ligasse para o ministro e suspendesse esse documento que iria para o Estado e que fosse para a Prefeitura”, concluiu o governador.

Da redação

Tags: Tags: