Fale Conosco

O governador João Azevêdo promoveu mais três policiais militares que realizaram intervenções contra criminosos, mesmo estando fora do horário de serviço. As promoções por ato de bravura, como são chamadas essas ascensões de policiais que “ultrapassam os limites normais do cumprimento do dever”, foram publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (8).

Fábio Wendell Araújo, que foi promovido a 3º Sargento, foi responsável por perseguir em seu próprio carro e prender o suspeito de assaltar uma casa e agir com violência contra as vítimas, na cidade de Campina Grande; Sirley André Medeiros de Assis, também promovido a 3º Sargento, prendeu um suspeito de tentativa de homicídio, após perseguir o acusado a pé e capturá-lo ainda com a arma do crime, em João Pessoa; e Wemison Silva Pereira, que recebeu a promoção a 2º Sargento, conseguiu prender em flagrante dois suspeitos que tinham acabado de roubar um estabelecimento comercial, em Campina Grande, e que eram apontados como autores de outros assaltos no município.

Os policiais promovidos por bravura foram recebidos e homenageados pelo comandante-geral da PM, coronel Euller Chaves, no fim da manhã desta sexta-feira (8), no Quartel do Comando Geral, em João Pessoa.

Com os atos desta sexta-feira, o governador João Azevêdo ultrapassa mais de 20 promoções de policiais militares por ato de bravura, em menos de 12 meses. No dia 7 de fevereiro do ano passado, outros dezoito policiais militares foram promovidos por ato de bravura. As ascensões foram propostas pelo comandante-geral da corporação, após as ocorrências serem criteriosamente apuradas por conselho especial de promoção por ato de bravura, que analisa o preenchimento dos requisitos previstos para alcançar a promoção deste tipo.